Como funciona o armazenamento em nuvem e quais suas vantagens mais atraentes?

bgsz

O armazenamento em nuvem é um dos recursomais utilizados por pessoas e empresas hoje em dia.

A internet está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas e das empresas graças às suas inúmeras possibilidades. Com isso, uma das grandes facilidades criada com o seu uso foi o armazenamento em nuvem.

Este é um método seguro e econômico de guardar arquivos. Com ele, nem mesmo se seu computador parar completamente de funcionar os dados serão perdidos.

Porém, antes de optar pelo serviço, é muito importante saber como ele funciona e quais são as principais vantagens e desvantagens.

Está pensando em optar por algum serviço para guardar os seus arquivos na nuvem? Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre este tipo de armazenamento, incluindo as vantagens mais atraentes e dicas sobre o que levar em consideração ao procurar por um servidor.

O que é o armazenamento em nuvem?

njhtdxvbnjh

Com o armazenamento na nuvem você tem seus arquivos em qualquer dispositivo conectado à internet.

O armazenamento em nuvem é um modelo de computação onde os dados são guardados em servidores remotos acessados ​​pela internet ou na “nuvem”. Ele é mantido, operado e gerenciado por um provedor de serviços de cloud storage em servidores baseados em técnicas de virtualização.

Além de manter um backup de seus arquivos em dispositivos físicos, como discos rígidos externos ou unidades flash USB, o armazenamento na nuvem fornece uma maneira segura de guardar seus dados importantes remotamente.

As soluções de armazenamento online geralmente são fornecidas usando uma grande rede de servidores virtuais, que vêm com ferramentas para gerenciar arquivos e organizar seu espaço de arquivamento virtual.

Existem centenas de diferentes sistemas que oferecem este serviço. Alguns têm o foco muito específico, como armazenar mensagens de e-mail, vídeos ou imagens digitais. Outros estão disponíveis para todas as formas de dados digitais.

Alguns sistemas de armazenamento em nuvem são pequenas operações, enquanto outros são tão grandes que o equipamento físico pode preencher várias salas inteiras.

Existem centenas de provedores que oferecem esse serviço na web, e seus números parecem aumentar a cada dia. Não só há muitas empresas concorrendo, mas também a capacidade de armazenamento que cada uma oferece aos clientes parece crescer regularmente.

Você provavelmente já está familiarizado com vários provedores de serviços de armazenamento na nuvem, mesmo que não saiba que eles trabalham com este modelo. Veja a seguir alguns exemplos de empresas bastantes conhecidas que o oferecem:

Google Docs

O Google Docs permite aos usuários fazer o upload de documentos, planilhas e apresentações nos servidores de dados da empresa. Os usuários podem editar arquivos usando um aplicativo do Google.

Além disso, eles também podem publicar documentos para que outras pessoas os leiam, ou mesmo fazer edições. Ou seja, o Google Docs também é um exemplo de computação em nuvem.

Provedores de e-mail como o Gmail, Hotmail e Yahoo!

Esses provedores guardam as mensagens de e-mail nos seus próprios servidores. Os usuários podem acessa-las de qualquer computador ou outro dispositivo conectado à internet, como um celular com o app do provedor.

Sites de armazenamento de imagens

Sites como o Flickr e o Picasa hospedam milhões de fotografias digitais. Seus usuários criam álbuns online, carregando imagens diretamente para os servidores dos serviços.

YouTube

O YouTube, uma das mais conhecidas plataformas de distribuição digital de vídeos, hospeda milhões desses arquivos carregados pelos usuários.

Serviços de Hospedagem

Empresas de hospedagem de sites, como Hostgator, KingHost e GoDaddy armazenam os arquivos e dados para sites de clientes cobrando uma taxa pelo serviço.

Redes sociais

Sites de redes sociais, como Facebook e Instagram permitem que os membros postem fotos e diversos outros conteúdos, ficando tudo armazenado nos seus próprios servidores.

Serviços de armazenamento de arquivos

Serviços como Xdrive, MediaMax e Strongspace oferecem espaço de armazenamento para todos os tipos de dados digitais.

Como funciona o armazenamento em nuvem?

No seu nível mais básico, um sistema de armazenamento em nuvem precisa de apenas um servidor de dados conectado à internet. Um cliente (por exemplo, um usuário que se cadastra em um site deste tipo de serviço) envia cópias dos seus arquivos pela internet para o servidor, que depois grava as informações e armazena.

Quando o cliente deseja recuperar os dados, ele acessa o servidor através de uma interface baseada na web. Este então envia os arquivos de volta ou permite que ele acesse e os manipule no próprio servidor.

O armazenamento em nuvem funciona através da virtualização do data center, fornecendo aos usuários finais aplicativos com uma arquitetura de arquivamento que é escalável de acordo com os requisitos da aplicação.

Em geral, o armazenamento na nuvem opera através de uma API (Interface de Programação de Aplicativos) baseada na web. Ela é implementada remotamente através da sua interação com a infraestrutura de arquivamento interno do aplicativo do cliente, realizando operações de entrada/saída (E/S) e leitura/gravação (R/W).

Quando oferecido através de um provedor de serviços públicos, é conhecido como armazenamento de utilidade. Já o privado oferece a mesma escalabilidade, flexibilidade e mecanismo de arquivamento com acesso restrito ou não público. Mais para frente vamos falar com mais detalhes sobre cada tipo.

Quais as grandes vantagens desse tipo de armazenamento?

Guardar seus arquivos na nuvem pode ser muito útil, por isso a quantidade de pessoas e empresas procurando por este tipo de serviço tem crescido cada vez mais. Veja a seguir quais são as suas grandes vantagens:

Usabilidade

A maioria desses serviços possui uma interface bastante amigável para o usuário, geralmente apresentando uma área com pastas semelhante às que vemos no computador. Isso permite arrastar e soltar arquivos entre a nuvem e seu armazenamento local, assim como faria se estivesse transferindo uma pasta no próprio computador.

Largura de banda

Ao invés de anexar arquivos enormes por e-mail, com o armazenamento em nuvem é possível enviar um link para o destinatário baixa-lo direto em seu computador.

Lembre-se, em qualquer conexão comum a velocidade de download é sempre muito mais alta do que a de upload. Com um arquivo armazenado na nuvem você pode enviar o link para várias pessoas diferentes baixarem, sem precisar fazer vários uploads.

Acessibilidade

Os arquivos podem ser acessados ​​a partir de qualquer lugar que tiver conexão com a internet. Muitos serviços oferecem até mesmo apps que sincronizam os arquivos em diferentes aparelhos.

Recuperação em caso de desastre

É altamente recomendável que as empresas tenham um plano de emergência de backup pronto no caso de algum imprevisto. O armazenamento em nuvem pode ser muito útil, fornecendo uma segunda cópia de arquivos importantes.

Estes ficam arquivados em um local remoto e podem ser acessados ​​através da internet. Ou seja, mesmo se houver perda total dos computadores da empresa, você não perde todos os arquivos.

Redução de custos

Empresas e organizações geralmente podem reduzir os custos operacionais anuais usando o armazenamento em nuvem. Estes oferecem planos com valores muito mais baixos do que a manutenção de um servidor, pois geralmente armazenam dados e arquivos de vários clientes diferentes no mesmo servidor ou na mesma infraestrutura.

Outra economia grande é na conta de luz, pois com este modelo você não vai ter que gastar mais energia elétrica com outra máquina ligada.

Quais as desvantagens?

Apesar dos pontos positivos, é preciso ficar atento também às desvantagens de guardar seus arquivos na nuvem para não acabar tendo prejuízo ou dores de cabeça. Veja a seguir algumas delas:

Usabilidade

O que é uma vantagem também pode ser uma desvantagem. É preciso ter cuidado ao usar arrastar e soltar para mover um documento para a pasta de armazenamento na nuvem.

Isso irá mover o documento de forma permanente da sua pasta original para o servidor. O mais indicado é usar o comando de copiar e colar se desejar manter a localização original do documento.

Largura de banda

Vários serviços de armazenamento em nuvem possuem uma tolerância de largura de banda específica. Se um usuário ultrapassa a quantidade de dados estabelecida, pode haver cobrança de taxas adicionais. No entanto, alguns provedores permitem uma largura de banda ilimitada. Este é um fator que as empresas devem considerar ao procurar por um provedor.

Acessibilidade

Se você estiver sem conexão com a internet não terá acesso aos seus dados na nuvem. Caso você acesse os arquivos com uma certa frequência, pode ser preciso ter uma conexão para emergências.

Segurança de dados

As preocupações com a segurança e privacidade de dados importantes armazenados remotamente são altas. A possibilidade de dados privados arquivados junto com os de outras organizações pode ser um incômodo para muitos.

Antes de contratar um serviço em nuvem leia bem o contrato para evitar problemas. Existem algumas opções de armazenamento em que os arquivos não ficam junto com os de outros usuários.

Software

Se você deseja manipular seus arquivos localmente através de vários dispositivos, será preciso baixar o app do serviço em cada um deles.

Quais os tipos de armazenamento em nuvem existentes?

m,liuytresdfghj

Antes de contratar um serviço de armazenamento baseado na nuvem, é importante conhecer cada um dos seus tipos.

Armazenamento em nuvem privado

O armazenamento em nuvem privado é exatamente o que o nome diz, um sistema projetado para uma pessoa ou empresa de acordo com as suas necessidades específicas. Esse tipo de arquivamento pode ter 2 formatos: no local e hospedado externamente.

Ambos funcionam bem, mas são mais úteis para empresas do que para usuários comuns. A menos que você esteja iniciando uma empresa doméstica e vá guardar informações importantes. Com ele você tem mais controle administrativo e pode projetar o sistema de acordo com as necessidades do seu negócio.

Armazenamento em nuvem público

Este é um serviço que requer poucos controles administrativos, podendo ser acessado online por qualquer pessoa autorizada. Você tem a mesma segurança, mas não precisa manter o sistema tanto quanto faria com uma nuvem privada.

Além disso, ele não precisa de uma integração rígida com as necessidades de sua empresa ou com preocupações de armazenamento privado. Este tipo é ideal para quem não vai guardar dados confidenciais.

Armazenamento em nuvem híbrido

As nuvens híbridas oferecem uma combinação de privado e público. Você pode personalizar seus recursos e inserir os aplicativos que atendem às suas necessidades, bem como os recursos que funcionam para você.

Os dados mais importantes podem ser mantidos em uma nuvem privada, enquanto os menos importantes podem ser armazenados em uma nuvem pública e acessados ​​por uma série de pessoas remotamente. Você pode guardar arquivos em um ambiente eficiente, o que economiza tempo e dinheiro.

Conclusão

Quando você começar a procurar por um serviço de armazenamento em nuvem irá encontrar inúmeras opções. Para saber qual vai se encaixar melhor às suas necessidades, procure avaliar preço, segurança e facilidade de utilização. Existem várias empresas que oferecem serviços de qualidade e com um valor bastante acessível.

Gostou deste artigo? Não deixe de compartilhar com os seus amigos nas redes sociais. E continue nos acompanhando para receber mais novidades. Agradecemos pela leitura e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s